quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Livro de Cabeceira 01: Marcelino Freire





O BICHO

Vi ontem um bicho 
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem.

MANUEL BANDEIRA

Marcelino Freire é pernambucano da cidade de Sertânia. Viveu também no Recife antes de se mudar para São Paulo em 1991. Ele ganhou o Prêmio Jabuti de 2004, com o livro "Contos negreiros", e o Prêmio Machado de Assis de 2014, com o romance "Nossos ossos". Além de poeta, contista e romancista, Marcelino Freire também ministra oficinas literárias e é o criador do evento "Balada Literária", que desde 2006 mistura festa e livros no bairro paulistano da Vila Madalena.

Um comentário: