segunda-feira, 31 de agosto de 2015

(In)Finitudes

era o ciclo
finitudes e recomeços
o tempo fazendo verso na pele
a vida perecível

seria  reciclável   
o poema?

Própria autoria, 02/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário