domingo, 19 de agosto de 2012

Auto-análise - Helena Kolody














Sob a intensa luz da cena
e na plateia em penumbra,
vivo e me observo a viver.

(De quem o amargo sorriso?
 Quem sonha uma outra vivência?)

Helena Kolody
de Tempo

Um comentário: